Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

//

Breaking News

latest

BRASIL | INSS - TEM BENEFÍCIO PELO INSS? SE PREPARE, VEM PENTE FINO POR AI!

Saiba como se preparar para o pente-fino que o INSS vai fazer nos benefícios por incapacidade No pente-fino, os atendimentos nos postos da P...

Saiba como se preparar para o pente-fino que o INSS vai fazer nos benefícios por incapacidade

No pente-fino, os atendimentos nos postos da Previdência Social serão feitos em horários diferenciados Foto: Divulgação

Os benefícios por incapacidade temporária — antes chamados de auxílio-doença — concedidos há mais de seis meses, que não tenham data de cessação estipulada ou indicação de reabilitação profissional, estarão na mira do pente-fino que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pretende realizar a partir de agosto. As regras e as exigências ainda não foram divulgadas mas, como o órgão faz sistematicamente esse tipo de revisão, o EXTRA explica como os segurados devem se preparar para evitar a suspensão de seus pagamentos. Duas dicas são essenciais: conferir os dados cadastrais incluídos na base de dados do INSS e atualizar toda a documentação médica, como laudos, exames e receitas.

Procurado, o INSS informou que "os detalhes serão divulgados oportunamente". Mas, a julgar pelas revisões anteriores, o instituto notifica os segurados por cartas físicas e virtuais (pelo aplicativo dos Correios). Quem receber a correspondência deve cumprir uma série de determinações e pode ter um prazo de 60 dias para apresentar os documentos que comprovem seu direito ao benefício.

— Endereço, telefones de contato e e-mail têm que estar atualizados para que o instituto consiga entrar em contato. Se o segurado perde o prazo, o benefício é suspenso — orienta a advogada Cristiane Saredo, que fez lista com dez passos a seguir para evitar surpresas (veja abaixo).

É importante destacar que as mesmas orientações valem para beneficiários de auxílio-acidente e de Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) — pago a idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência carentes —, que podem ser convocados. Estão fora do pente-fino os aposentados por invalidez e os pensionistas com mais de 60 anos, os aposentados por invalidez e pensionistas inválidos que recebem o benefício há 15 anos ou mais e têm 55 anos de idade, e os portadores do HIV. Os médicos peritos vão receber bônus de R$ 61,72 por cada revisão feita.

Horário diferenciado

Em plena pandemia, a possibilidade de o INSS chamar os segurados para passarem pelo pente-fino nos benefícios levou a Associação Nacional de Médicos Peritos (ANMP) a enviar um ofício ao Ministério da Economia, pasta à qual a Secretaria de Previdência está ligada, alertando sobre os riscos de contaminação. A pasta nega.

"É importante destacar que esses atendimentos serão agendados apenas a partir de agosto e em horários extraordinários, não haverá prejuízo para as perícias já agendadas", informou em nota.

O tempo médio entre o agendamento e a realização do exame médico, segundo a secretaria, está em 39 dias. Sobre o perigo de contágio por Covid-19, a pasta afirma que todas as agências da Previdência Social seguem os protocolos sanitários para atendimento: dos 724 postos que têm serviço de perícia médica, 619 estão funcionando dentro das normas.

Auxílio suspenso após 36 anos

A legislação (Lei 1.386) garante ao INSS a revisão de benefícios com suspeitas de irregularidades. Um antigo caso de pente-fino a que o EXTRA teve acesso foi o de Nelcides Félix da Silva, de 89 anos, morador de Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, que recebia um auxílio suplementar de acidente de trabalho de R$ 427, desde 1983. Em setembro passado, o octagenário teve o benefício cessado.

— O INSS argumentou que meu pai não poderia acumular a aposentadoria e o pecúlio. Acontece que esse impedimento foi estabelecido por uma lei posterior à aposentadoria, concedida em 1990. Essa lei diz que os benefícios anteriores a ela não podem ser atingidos — explica o filho Robison Silva.

Segundo o INSS, "em decorrência das rotinas de verificação realizadas pelos sistemas do instituto, foram identificadas pendências no benefício de Auxílio Suplementar por Acidente de Trabalho do sr. Nelcides Félix da Silva. Nesses casos, o benefício é suspenso para apuração. É aberto um prazo para apresentação de defesa, que não foi realizada pelo segurado. Por isso, o segurado tem agora a possibilidade de apresentar recurso, que será analisado pela área técnica do INSS".

O filho rebate:

— Levei documentos presencialmente há cinco meses e não obtive resposta.

FONTE: EXTRA.GLOBO.COM

 EDIÇÃOREDAÇÃO DO GRUPO M4 PRODUÇÕES COMUNICAÇÃO E MÍDIA

🇧🇷 *TRIBUNA DO BRASIL🇧🇷

A notícia em primeira mão!

*FIQUE LIGADO NAS NOTÍCIAS!*

Cadastre-se no site para receber um compilado das nossas notícias do dia!

*CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK, SIGA-NOS NO INSTAGRAM E TWITTER, COMPARTILHE AS NOSSAS PUBLICAÇÕES E INSCREVA-SE PARA RECEBER DIARIAMENTE OS NOSSOS CONTEÚDOS E NOTÍCIAS.*

🇧🇷*Feedburner* - https://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=tribunadobrasil/tiYW&loc=en_US

 🇧🇷*Facebook* - https://web.facebook.com/tribunadobrasil.tbr/

 🇧🇷*Instagram* - https://www.instagram.com/tribunadobrasil/

 🇧🇷*Twitter* - https://twitter.com/tribunabrasilBR

 🇧🇷*e-Mail*: grupom4.contato@gmail.com

#brasil #brasilia #riodejaneiro #saopaulo #ceara #bahia #minasgerais #riograndedosul #santacatarina #jornalistaandersonmiranda #jornalismo #noticias  #grupom4 #comunicacao #producao #publicidade #tribunadobrasil #tribunadodf #alobrasilia #daquidf #eixonacional #deputadosesenadores #entendercondominio #folhadodf #informaconcurso #jknoticias #jornaldoentorno #maisaguasclaras #opasquimdobrasil #prefeitosevereadores 

 

Nenhum comentário

Usuários online