quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Concurso Educação do DF 2016: Mais de 1.500 vagas para nível médio, superior e até R$ 5 mil

Ainda este semestre será divulgado o edital do concurso público para as carreiras Magistério Público e Assistência à Educação do DF

Secretaria de Estado de Educação do DF

Ainda este semestre será divulgado o edital do concurso público para as carreiras Magistério Público e Assistência à Educação do DF (Concurso Educação do DF 2016). A oferta inicial será de mais de 1.500 vagas para professores e profissionais de nível médio, que prestam atendimento administrativo nas unidades escolares do DF. O titular da Secretaria de Estado de Educação do DF,Julio Gregorio, afirmou que o edital está pronto e será publicado ainda este semestre. Questionado sobre a abertura do concurso em uma entrevista a uma emissora de TV, o secretário disse ainda que a oferta é de 1.500 vagas. “Nós vamos abrir um concurso, o processo já tá formatado para ser realizado este ano, com 1.500 vagas nos diversos componente curriculares, nas diversas matérias e esperamos que esse concurso público se realize o mais rapidamente possível para que possamos fazer a seleção e a contratação ainda para este ano letivo” pontuou.

Em um outra ocasião, o secretário de educação do Distrito Federal, Júlio Gregório, afirmou que uma novidade em relação ao novo certame é a aplicação de prova de redação. “Nós entendemos que não é uma questão de preço é uma questão de qualidade. A gente tem que assegurar que um professor saiba produzir pelo menos um texto, mínimo, para que ele possa trabalhar os seus alunos. Independente dele ser professor de matemática, de física, de português, de história ou de geografia.” afirmou Gregório.

O certame já está autorizado pelo Governo de Brasília e está com avanços desde o fim do ano passado, uma delas é a definição da organizadora, que será o Cebraspe, mais conhecido como Cespe/UnB (veja abaixo). Segundo o extrato do termo de parceria, o organizador aplicará as provas da nova seleção e ficará responsável pela divulgação do resultado final das avaliações objetivas e subjetivas.

O magistério público do DF é composto pelos cargos de professor de educação básica e pedagogo-orientador. A função de professor requer habilitação específica, obtida em curso superior com licenciatura plena ou bacharelado com complementação pedagógica, nas seguintes áreas de atuação: anos iniciais e finais do ensino fundamental; ensino especial; educação infantil; 1º, 2º e 3º segmentos da educação de jovens e adultos; ensino médio; e educação profissional. Já o emprego de pedagogo necessita de formação em curso superior em pedagogia, desde que habilitado ou pós-graduado em orientação educacional, nas mesmas áreas de atuação do professor. No entanto, o último cargo conta com concurso em vigência e os aprovados aguardam nomeação. O vencimento padrão para a carga de 20h semanais é de R$ 2.508,26, podendo chegar a R$ 5 mil, para carga de 40h semanais.

Já a Carreira Assistência à Educação do DF é composta pelos cargos efetivos de Técnico, Monitor e Analista de Gestão Educacional. O cargo de Analista exige curso superior ou habilitação legal equivalente, fornecido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo ministério da Educação, com formação nas áreas indicadas e, nos casos especificados no edital normativo do concurso, inscrição em Conselho de Classe. São atribuições do analista: gestão, coordenação e execução de atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento no âmbito de competência da Secretaria de Estado de Educação. O inicial é de R$ 4.076,99.

O posto de Técnico exige nível médio e, quando exigido em edital de concurso, curso técnico e inscrição no conselho de classe. São atribuições do técnico: apoio administrativo às atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento no âmbito de competência da Secretaria de Estado de Educação.

Por fim, o cargo de Monitor exige apenas nível médio completo para ingresso e a colocação tem as seguintes atribuições: apoio administrativo às atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento no âmbito de competência da Secretaria de Estado de Educação. Os postos de técnico e monitor contam com inicial de R$ 2.122,69.

Todos os cargos exercerão suas funções em carga de 40h semanais.
Detalhes:
Concurso: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (Concurso da SEDF 2015)
Banca organizadora: Cespe/UnB
Cargos: Professor; Analista; Técnico; Monitor
Escolaridade: Nível médio e superior
Estados: DF
Número de vagas: 1.500 (previsão)
Remunerações: Até R$ 5 mil
Situação: AUTORIZADO
Previsão p/ publicação do edital: 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Usuários online

Publicidade