quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Concurso Analista INSS 2016: Conheça as atribuições

Uma excelente oportunidade para quem acaba de ser formar em serviço social é o concurso aberto para o posto de Analista do Seguro Social do Instituto Nacional do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)
Uma excelente oportunidade para quem acaba de ser formar em serviço social é o concurso aberto para o posto deAnalista do Seguro Social do Instituto Nacional do Seguro Social (Concurso Analista INSS 2016). O órgão está com inscrições abertas para oferta de 150 vagas. Para participar, o candidato deverá acessar o site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), até o dia 22 de fevereiro. As taxas é de R$ 80 para analista, e pode ser paga, até 18 de março, em qualquer agência bancária, bem como nas lotéricas ou nos Correios. Muitos candidatos estão apreensivos e nervosos com a abertura do certame, mas será que todos sabem da função social do INSS na sociedade? Antes de querer ingressar em um órgão público, é importante saber a função que será exercida. Curso completo para Analista aqui!

Assim sendo, o que faz um analista do seguro social?

Agencia INSS

Campo de atuação: economia e planejamento social (órgão pertencente ao Ministério da Previdência).

Exigência: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe específico

Remuneração: R$ 7.869,09, com a seguinte composição: vencimento de R$ 890,42, mais R$ 1.424,67 (relativos à gratificação de atividade executiva), R$ 5.181 (de GDASS de 100 pontos, como consta do edital) e auxílio-alimentação de R$ 373.

O que faz um Analista do Seguro social com formação em serviço social?

Ele é o profissional responsável, prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social – APS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas; elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional; supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;

Seu trabalho é de grande responsabilidade, pois o atendimento inclui atividades importantes para o cidadão, como a aposentadoria, o salário maternidade, auxílio-doença, entre outros. O analista do seguro social também auxilia no suporte e apoio técnico especializado para as atividades afins da competência do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Eles fazem o andamento nos recursos, respondem ofícios e analisam processos administrativos. O profissional também pode atuar no âmbito das unidades administrativas com as gerências executivas. O profissional deve atualizar constantemente as questões que envolvem a rotina de trabalho para auxiliar na melhor maneira o cidadão.

O servidor também pode executar atividades internas e externas referentes ao apoio técnico especializado, orientar e informar, desenvolver recursos e revisão de direitos aos benefícios pelo instituto.

Além da boa remuneração, o servidor tem a possibilidade de solicitar transferência para outro município, recebe vale-transporte, auxílio-creche e auxílio-alimentação, plano de saúde, a possibilidade de trabalhar na área de formação, desenvolvimento na carreira de progressão e promoção, entre outros benefícios.

Além das 150 vagas de analista, o INSS também abriu 800 postos de técnico do seguro social, que exige apenas o nível médio

Aumento garantido – Os valores aumentarão em agosto, com o acordo para dar fim à greve do INSS. Os técnicos passarão a receber R$ 5.413,90, enquanto os analistas ganharão R$ 8.050,25.

Os aprovados serão convocados, de acordo com a classificação, para escolha da Agência da Previdência Social (APS) em que serão lotados, considerando a Gerência-Executiva do INSS – que abrange uma região que compreende um ou mais municípios – escolhida pelo candidato no momento da inscrição, observando também o interesse da Administração Pública. O concurso terá validade de um ano e poderá ser prorrogado, uma única vez, pelo mesmo período.

O INSS contrata pelo regime estatutário, com estabilidade. A expectativa é que o INSS faça nomeações extras, tendo em vista os últimos concursos e as necessidades de pessoal. Para isso, o instituto terá de solicitar ao Ministério do Planejamento o adicional de 50% das vagas, o que deverá ocorrer. Em 2011, quando ocorreu o último concurso de técnico e perito, houve 5.020 convocações, de 6.881 aprovados, ou seja, 133% além da oferta prevista em edital. 

Muitas nomeações – Outro fator muito importante para quem já se prepara para o concurso do INSS é a alta demanda de servidores que o órgão necessita. Aliado a esse fator, temos o grande volume de convocações do último concurso, organizado pela FCC, que ofereceu 1.500 vagas de técnico e 375 de perito médico. Dos 6.881 aprovados, foram convocados, nada menos, do que 5.020 candidatos. Clique na imagem ao lado e veja todos os detalhes.

Números – O instituto conta atualmente com aproximadamente 40 mil servidores que prestam atendimento presencial aos quase quatro milhões de cidadãos que procuram as agências mensalmente. Além do atendimento presencial, o INSS atende, ainda, uma demanda de mais de seis milhões de ligações telefônicas mensais – quase 68 milhões por ano – por meio das centrais de tele atendimento. 
Detalhes:
Concurso: Instituto Nacional do Seguro Social (Concurso INSS 2016).
Banca organizadora: Cebraspe (Cespe/UnB)
Cargos: Técnico do Seguro Social; Analista do Seguro Social
Escolaridade: Nível médio e superior
Estados: Nacional
Número de vagas: 950
Remuneração: Até R$ 8 mil
Inscrições: Entre 4 de janeiro de 2016 e 22 de fevereiro de 2016
Taxa: R$ 65 ou R$ 80
Data da prova: 15 de maio de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Usuários online

Publicidade