segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

IBGE terá concurso para nível médio e inicial de até R$ 5 mil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já definiu a responsável pela organização de seu concurso público destinado a preencher 600 vagas para os cargos de técnico, analista e tecnologista, de níveis médio e superior, respectivamente

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já definiu a responsável pela organização de seu concurso público destinado a preencher 600 vagas para os cargos de técnico, analista e tecnologista, de níveis médio e superior, respectivamente. A escolhida, conforme publicado no Dário Oficial da União (veja abaixo), é a Fundação Getulio Vargas (FGV). A banca tem um modelo próprio de cobrança e exige dos candidatos muito estudo e atenção à legislação. Segundo o IBGE, os editais (um de técnico e outro de analista e tecnologista) estão previstos para serem publicados em dezembro, antes do prazo legal estabelecido pela portaria de autorização do Ministério do Planejamento (27 de janeiro).

Conhecer a banca é tão importante quanto os estudos. A preparação de um candidato para concurso público exige não apenas conhecimento das matérias de prova, determinação férrea para estudar até o último momento e foco absoluto na meta final da aprovação. É preciso que ele conheça também a banca que vai aplicar a prova e como ela costuma abordar cada uma das disciplinas que farão parte do concurso, a fim de responder o que foi perguntado pelo examinador e não desperdiçar preciosos pontos com respostas divergentes do pensamento de quem elaborou as questões.



Conhecer o estilo da organizadora, isto é, a maneira como aborda e cobra o conteúdo, bem como seus critérios de correção, pode determinar o sucesso ou o fracasso dos candidatos. Para auxiliar a vida dos candidatos e ajudá-los a direcionar o foco dos estudos, o Gran CursosOnline elaborou e disponibiliza abaixo um “perfil” da FGV, considerada uma das principais bancas de concursos do país.

Língua Portuguesa

Abordagem: Entre a gramática normativa e linguística textual.

Características: Nível de cobrança mais simples.

Temas recorrentes: Linguagem não verbal, como a charge. Textos provenientes do jornal O Globo.

O que cobra: Acentuação, funções sintáticas, concordância, regência e pontuação.

Noções de Informática

Conteúdo mais cobrado: Segurança da Informação, Conceitos relacionados à Internet e programas do pacote Ms.Office, principalmente Excel e Word.

Grau de dificuldade da questão: Em 2013, extremamente fácil. Em 2014, aumento no grau de dificuldade. Em 2015, moderado para difícil.

Direito Constitucional 

Doutrina: Pouco

Jurisprudência: Pouco

Constituição Federal “seca”: Muito

Direito Administrativo

Doutrina: Sim

Jurisprudência: Pouco

Lei seca (texto legal): Muito

Autores mais citados: Maria Sylvia Zanella Di Pietro

O concurso 

Das 600 vagas, 460 são de técnico, 90 de analista e 50 de tecnologista. Para técnico, a remuneração inicial é de R$ 3.471,85, podendo chegar a R$ 5.011,01, com titulação. Já para analista e tecnologista, os rendimentos são de R$ 7.373,49, podendo chegar a R$ 9.107,88, com a titulação.
Detalhes:
Concurso: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE 2015)
Banca organizadora: Fundação Getulio Vargas (FGV)
Cargos: Técnico; Analista e tecnologista
Número de vagas: 600
Remuneração: Até R$ 9.107,88
Escolaridade: Níveis médio e superior
Situação: AUTORIZADO
Publicação do edital: Até 27 de janeiro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Usuários online

Publicidade