quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas suspende concurso

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM) suspendeu o concurso com 94 vagas. A decisão se deu em cumprimento a uma liminar deferida pela 4ª Vara da Fazenda Pública estadual. Tanto o órgão quanto a banca organizadora têm o prazo de cinco dias para adequar o edital, sob pena de multa diária de R$ 1.000. 

Segundo a liminar, o concurso viola os princípios de isonomia, razoabilidade e proporcionalidade. Foi alegado que o edital exige conteúdo programático genérico, com único critério para avaliação de todos os candidatos, sem considerar as distintas áreas de formação. 

Além disso, o conteúdo programático foi considerado exaustivo, por ser composto por extensa lista de legislação, fugindo dos padrões de concursos anteriores. Por último, o prazo entre a abertura do certame e a realização das provas foi considerado muito curto. 

O concurso 
Do total de chances, nove são reservadas a pessoas com deficiência. Os salários são de R$ 1.350,19 a R$ 5.143,59, para os níveis médio e superior, respectivamente. Todos as funções contam com jornadas de trabalho de 40h semanais. 

As chances de nível médio são para o posto de assistente técnico. Em nível superior, as oportunidades são para o cargo de analista ambiental, que aceita profissionais das áreas de administração; advocacia; arqueologia; biologia; bioquímica; contabilidade; engenharia nas especialidades agronômica, ambiental, civil, elétrica, florestal, minas e pesca; geografia; geologia; medicina veterinária; química; sociologia e zootecnia. 

Além das avaliações objetivas, candidatos de nível superior passarão por exames discursivos e prova de títulos. A seleção é válida por dois anos, podendo ser prorrogada por igual período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Usuários online

Publicidade