quarta-feira, 29 de maio de 2013

Planejamento autoriza Funasa a contratar 336 temporários



O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) autorizou a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) a contratar 336 profissionais de nível superior temporariamente. As vagas oferecidas serão para engenharia da saúde pública V (264), engenharia da saúde pública IV (22) e profissionais para celebração e prestação de contas e convênios (50). As informações foram publicadas no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (29/5).

Os profissionais serão contratados para desempenhar atividades relacionadas à análise e aos processamentos administrativos decorrentes de demandas pendentes de prestação de contas e de celebração de convênios, assim como para a elaboração, acompanhamento, coordenação, supervisão, monitoramento e avaliação de projetos básicos e executivos de obras civis e de saneamento básico relacionado aos empreendimentos atuais e à resolução do passivo de projetos da Funasa. O prazo de duração dos contratos deverá ser de um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de cinco anos. A remuneração não foi divulgada.

Saiba mais
O último certame da Funasa foi em 2011, quando ofertou 411 oportunidades para cargos de níveis médio e superior. Houve chances para os cargos de auditor, biólogo, farmacêutico bioquímico, técnico em assuntos educacionais, engenheiro, contador, agente administrativo, técnico de contabilidade, administrador, analista de suporte de sistemas, arquiteto, arquivista, auditor, bibliotecário, biólogo, contador, engenheiro, estatístico, farmacêutico bioquímico, geólogo, sanitarista e técnico em assuntos educacionais.

O processo seletivo foi organizado pela Fundação Cesgranrio. Todos os candidatos inscritos passaram por avaliações objetivas e discursivas. Concorrentes graduados também foram submetidos a avaliação de títulos.

As chances foram destinadas aos estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo, Tocantins e também no Distrito Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

Publicidade

Usuários online

Publicidade